Como fazer sua máscara de tecido em casa e usá-la de forma segura

Atualizado: Mai 7



Com o aumento de casos de Covid-19 pelo Brasil e o mundo, as autoridades passaram a recomendar o uso de máscaras por quem precisa sair de casa durante o período de distanciamento social — principalmente porque ainda não se sabe muito sobre a transmissão do novo coronavírus pelo ar. O problema é que a recomendação resultou em uma escassez da versão descartável do produto, tão essencial para quem trabalha na linha de frente do combate à pandemia do Sars-CoV-2.


Pensando nisso, autoridades e profissionais de saúde passaram a recomendar o uso de máscaras feitas em casa. O Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) preparou uma cartilha com as instruções para a confecção de três modelos do acessório.


A recomendação do CDC é utilizar um tecido de algodão resistente, como aqueles utilizados em camisetas ou lençóis. Lenços muito finos podem não ser efeitvos. Confira o passo a passo:

Opção 1 (usando máquina de costura) 1. Recorte dois retângulos de 25 por 15 centímetros de tecido de algodão. Coloque um em cima do outro e costure-os juntos. Deixe a estampa aparecendo, se quiser.


2. Agora é hora de dobrar as bainhas para dentro (deixando a estampa para fora). Do lado maior, dobre 0,5 centímetro para dentro. Do lado menor, dobre 1 centímetro para dentro. Depois disso, costure as pontas da bainha (lembre-se de deixar espaço para transpassar os elásticos da máscara.


3. Pegue dois elásticos, também com 15 centímetros de comprimento, e passe cada um em uma das bainhas mais largas da máscara. Estes são os espaços para as orelhas. Amarre bem as pontas dos elásticos. (Caso não tenha linha ou elástico de costura, use uma faixinha ou elástico de cabelo.)



4. Puxe com cuidado o elástico para que os nós fiquem por dentro da bainha. Certifique-se de que o tecido esteja apertado (mas confortável), cobrindo sua boca e seu nariz. Em seguida, costure firmemente o elástico no lugar para evitar que ele escorregue.

Pronto!

Opção 2 (sem máquina de costura)



1. Recorte a bainha de uma camiseta certificando-se de que o tecido tenha ao menos 15 centímetros de altura.

2. Recorte um retângulo de aproximadamente 10 centímetros a partir de um dos extremos do tecido, deixando tiras em cima e embaixo de 1 centímetro cada uma. A parte que sobrar será utilizada para cobrir seu rosto. Depois disso, separe as pontas de 1 centímetro da máscara (elas serão utlizadas como alças).

3. Use o retângulo para cobrir o rosto e a boca (a parte mais larga deve estar na horizontal). Então, faça um nó com as alças superiores no topo da cabeça, deixando-as firmes. Depois, faça um nó com as alças inferiores em seu prescoço.


Opção 3 (sem máquina de costura)



1. Corte um filtro de café ao meio, descartando a parte inferior (fechada). 2. Pegue um pedaço de tecido quadrado com lados de aproximadamente 50 centímetros. Dobre-o ao meio. 3. Com o tecido dobrado ao meio, coloque a parte superior do filtro de café bem no meio do tecido. Dobre o tecido que sobrou, cobrindo o filtro. Faça o mesmo com a parte inferior.



4. Pegue dois elásticos (podem ser de cabelo) e passe o tecido por dentro deles. É importante que a distância entre os elásticos seja de ao menos 15 centímetros. 5. Dobre o tecido que sobrou ao lado do elástico de modo a cobri-lo. Faça o mesmo com o outro lado. 6. Certifique-se de que você tem um retângulo com 15 centímetros de altura por 25 de comprimento. 7. Coloque cada elástico ao redor de uma orelha e certifique-se de que sua boca e seu nariz estão protegidos. Pronto!


Além disso, é preciso estar atento ao quão desgastados esses tecidos estão. "Um estudo do Nepal sobre máscaras de pano projetadas para proteger os usuários de partículas maiores, como poluição ou pólen, descobriu que as práticas de lavagem e secagem deterioraram a eficiência da máscara porque danificaram o material do pano", ressaltou Hector Chapa, da Universidade de Tecnologia de Sydney, na Austrália, também no The Conversation.


Higienização Outra questão importante em relação às máscaras de tecido é sua higienização constante. De acordo com os especialistas, é preciso lavá-las com água e sabão após cada uso. Também é preciso ter muita atenção para que, durante a limpeza, o usuário não coloque as mãos nos olhos e na boca. Além disso, sempre que você perceber que a máscara de tecido está úmida, é sinal de que ela precisa ser trocada. "As máscaras de pano podem até aumentar o risco de infecção, principalmente se você não lavar regularmente", observam C. Raina MacIntyre e Abrar Ahmad Chughtai. "Elas podem absorver a umidade e fornecer um terreno fértil [para a disseminação de microrganismos]." Por fim, os profissionais de saúde ressaltam que utilizar a máscara de tecido não basta para a prvenção de contágio pelo novo coronavírus. É essencial praticar o distanciamento social e higienizar as mãos constantemente.


Ou seja, utilizar máscaras (descartáveis ou de tecido) não é o sufciente para se prevenir. "Estudos sobre vírus H1N1 mostram que tecidos comuns podem fornecer apenas proteção marginal contra partículas que contêm vírus na respiração exalada", pondera Emily Brayshaw, da Universidade de Tecnologia de Sydney, no The Conversation.


Entretanto, caso você precise sair de casa, as máscaras de tecido são uma boa alternativa. "O consenso geral entre a equipe médica é de que máscaras caseiras são melhores do que nada no tratamento de pacientes", afirma Brayshaw.

13 visualizações

Seu hotel está aqui!

© 2020 por Instituto CEV. Orgulhosamente criado por Novo Turismo

Ligue:

(19) 99628-6532

Endereço: 

Rod.Cônego Cyriaco S. Pires KM 11 -

(Sítio dos Pinheiros) Monte Mor - SP

 

Receba as ultima noticias do CEV no seu e-mail: 

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • LinkedIn - Black Circle
  • Amazon - Black Circle